18/12/2010

A Lenda de Zelda em Papel e Cinza

||


Bom, hoje eu estava pensando em postar arrespeito da historia "A lenda de Zelda",como deu voltade eu pesquisei um pouco mas de inicio ire apenas comentar sobre os mangás tá certo?! Eu ainda não consegui rezumir tudo para contar detalhes para vocês, sem falar em tentar errar o minimo de português




Ocarina Of Time - Toki no Ocarina
Número de Volumes: 2 (Dois)
Ano de lançamento: 2000

Baseado no jogo homônio lançado em 1998 para nintendo 64, Ocarina of Time pode ser considerado o marco inicial da série.
Ganon ainda é um humano conhecido como Gannondorf, o Rei dos Gerudos "Raça na qual nasce apenas um homem a cada 100 anos e este se torna rei" que deseja se apoderar do lendário objeto dos deuses conhecido como Triforce para assim governar o mundo. Em seu caminho encontra um pequeno grupo de criaturas diversas antentas as que ocorre no mundo, o pequeno Link e a travessa Zelda.
O garoto pertence à raça dos Kokiri ". Povo da floresta que nulca cresce,

permanecendo para sempre crianças e são acompanhados por uma fada".
Após uma serie de enventos na floresta, Link parte para encontrar a "Princesa do Destino", ou seja, Zelda. Himekawa não segue fielmente o jogo, pulando partes, mas que não prejudicam o entendimento. Inclusive, ficaria realmente dificil de se colocar em um mangá, por exemplo, os labirintos que Link atravessa resolvendo complicados desafios.
A história também flui mas rápido no mangá do que no jogo, bem mais logo ao complexo.
O ponto negativo do mangá é que torna Ocarina of Time tão especial, ou seja, a viagem no tempo. Mas a perda é compensada com muitos fatos novos interessantes como o bebê dragão que Link conhece, e que acaba tornando-se o poderoso Volvagia.
O 2º volume conta com duas histórias extras, contando um pouco mais das peripécias do Lin em sua fase de criança.
---------------------------------------------------------------------------------------------------


Majora's Mask - Mujula no Kamen
Número de Volumes: 1 (um)
Ano de Lançamento: 2001

Continuação direta de Ocarina of Time; após enfrentar Ganondorf e lacrá-lo a Realidade Sagrada, Link decidiu parti em busca de Navi, a fada que o acompanhoi durante os eventos do jogo "Mangá anterios".
Montou em sua fiel companheira eqüina Epona e seguiu por uam floresta onde acaba sendo atacado por um entre da floresta, um Skull Kid que é seguindo por duas fadas, Tatl e Tael. Durante e perseguição, nosso héroi tem seu corpo trasformou em um Deku Scrub, Monstros da Floresta, e acaba perdido no reino de Termina, onde a Lua está para cair na terra, graças aos poderes do malignos do Shull Kid. Para recuperar seu corpo original e salvar Termia, Link deve enfrentar a ameaça e arrancar a estranha máscara que o inimigo está usando e que, aparentemente, é su fonte de poder. O ápice do enredo é a temática que “O mal só pode ser vencido por um mal maior” , fato este revelado antes da batalha final, onde a Máscara Majora oferece a Link a Máscara a divindade Feroz.
Mais uma vez Himekawa usa da liberdade poética e conta a história à sua maneira, mas poucas alternações são relevantes. Uma delas, porém, é digna de nota: quem jogou os jogos sabe que a música que Link utiliza para recuperar seu corpo, bem como para”curar” as feridas das almas dos mortos é a Song of Healing ( Canção da Cura), enquanto que no mangá ele utiliza Song of Time (Canção do Tempo), sendo que esta última é utilizada para voltar no tempo. Mas esse “defeito” é mínimo e ainda temos a edição de uma nova história extra, que conta a surgimento da Máscara Majora “Fato apenas mensionado no jogo”.
---------------------------------------------------------------------------------------------------

Oracles Of Seasons/ Ages
Número de Volumes: 2 (dois)
Ano de Lançamento: 2001
Oencaixe cronológico destas aventuras não fica muito claro. Apenas sabese com certeza que se passa após os eventos de Majora’s Marsk, mas o Link desta aventura não é o memsmo. De qualquer forma, Link é trasformado pela Triforce e acaba caindo em local econhecido, onde conhece uma dançarina chamada Din. Os dois ficam amigos e, durante um ataque de um General chamado Onox, a garota e raptada e cabe a Link resgatá-la e vencer Onox. Em sua jornada, Link conta com ajuda da bruxa Maple e do canguru boxeador Ricky. Após a derrota de Onox, duas bruxas comentam algo sobre a Chama de Destruição ter sido acesa.
Não muito depois dos eventos de Oracle of Seasons, Lin conhece uma mulher chamada Nayru. Nayru é o Oráculo dos Anos e está sempre acompanhada de uma Lira, a Harpa dos Anos. Nesse encontro, Nayru é possuída pela Feiticeira das Sombras, Veran, e cabe a Link voltar no tempo e ajudar a garota. Nessa batalha Link conta com o auxílio do mago Ralph e do cavaleiro Raven. Após a derrota de Veran, a Chama da Lamentação é acesa e as bruxas finalmente fazem sua aparição e acendem a última chama, a do Desespero, trazendo de volta o terrível vilão de série, que vocês já devem imaginar quem seja. São baseados nos dois jogos lançados simultaneamenre para Game Boy Color, que, apesar de serem separados, possuem uma históris interligada. Hirakawa optou por iniciar tudo com o jogo Oracle os Ages, embora nos games isso não fosse causar nenhum tipo de complicação. Novamente foram excluídas partes realizadas dentro dos labirintos e a realizadas dentro dos labirintos e a história é mais ágil e sucinta. Uma adição muito intereçante é que Link recebe auxílio dos coadjuvantes dos jogos nas batalhas contra os chefes, mas denta vez não há histórias extras.
--------------------------------------------------------------------------------------------------

The Four Swords + - Yotsu no Ken +
Número de Volumes: 2 (dois)
Ano de Lançamento: 2004
Aqui temos o surgimento do primeiro enredo paralelo à cronologia oficial, que se inicia com The Four Minish Cap, prossegue com The Four Swords e termina The Four Swords Adventure, embora os jogos e, conseqüentemente, o mangá tenham sido lançados fora de ordem cronológia. Ganondorf| Ganon cede seu lugar como grande vilão da história a Vaati, um ser das trevas. Durante um evento, a Princesa Zelda é petrificada e Lin deve utilizar o poder a Four Sword para salvá-la, entretanto, ao retirar a espada do pedestal, Link acaba ganhando três clones " cada um com uma cor de roupa diferente" Agora cabe aos Quatro
Links enfrentarem o Shadow Link "um clone malgno deles" e o próprio Vaati. Desda vez a base é o jogo para o Nintedo Game Cube, The Four Swords Adventure, porém neste Himekawa de personalidades diferentes para cada um dos quatro Links, inexistente nos jogos. O link de roupa verde é o "normal" corajoso e de bom coração; o de roupa vermelha tem personalidade infantil; o de azul é super confiante e cabeça quente; e por fim, o de roupa é possesitivo, dissimulado e inteligente. Um dos grandes destaques da história e justamente o Shadow Link, que proporciona alguns dos melhores momentos do mangá.

--------------------------------------------------------------------------------------------------

A Link To The Past - Kamigami no Triforce
Número de Volumes: 1 (um)
Ano de Lançamento: 2005
Baseado no jogo lançado em 1992 para SNES e que ganhou um relançamento para Game Boy Advance em 2005. Certa noite, Link tem um sonho com uma princesa e, ao acorda no meio da noite percebeu que seu tio sumiu. O jovem vai atrás dele e encontra a princesa cativa e se apressa em salvá-la, mas ao fazê-lo a jovem é raptada pelo Mago Agahnim e levada até o Dark World. Agora o herói parte em uma jornada para resgatá-la, bem como derrotar Agahnim. O problema é que o mago não é o verdadeiro mentor por trás de todos os problemas de Hyruler...
O mangá foi lançado logo após o relançamento do jogo para o GBA em 2005 e o trama sofreu algumas modificações para dinamizar a história, visto que este é o jogo com o maior número de labirinto de todos da série e há pouca interação como os demais personagens do jogo. Para facilitar o processo até foi incluída uma nova personagem: Ganty uma garota que teve sua família assassinada pelos Cavaleiros de Hyrule e se trsforma em uma raposa quando entra no Mundo da Escuridão. Acabou sendo trasformada em um dos chefes do jogo original, mas foi salva por Link e combateu ao seu lado durante a batalha final.
--------------------------------------------------------------------------------------------------

The Minish Cap - Fushigi no Boushi
Número de Volumes: 1 (um)
Ano de Lançamento: 2006
Foi o último mangá lançado, em 2006 e referese ao jogo homônimo lançamento em 2005 pra Game Boy Advance. Aqui se conta o passado do vilão Vaati, sendo então o primeiro da série paralela, que continua em Four Swords +. Em um evento no castelo, Vaati consegue pedrificar a princesa a Link deve parti atrás dele para retorná-la ao seu estado original. Link é escolhido por ainda ser criança "uma das condições para ver a raça dos Picori, ou Minish" visto que isto é importante com relação à Vaati. Link trasformado em uma touca com bico de ave, em uma busca por quatro artefatos elementais que transformará a Picori Blade na Four Sword, única arma capaz de vencer Vaati.
Nessa saga paralela realmente abondonou-se Ganondorf, tanto que ele não da as caras nem em flashbacks. Himekawa novamente pulou os labirintos e até mesmo inverteu alguns fatos ocorridos no jogo, mas nada prejudicial.

Fonte: Revistas e Web

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hi guys!!!!
Hey aqui é Wendy, blogueira desde 2010! Viciada em animes, amante de livros e adora ver séries! Criei esse cantinho na intenção de ajudar na criação e personalização de blogs e sites.
Wattpad Facebook Tumblr Instagram