01/06/2011

Final Fantasy VIII

||
Final Fantasy VIII é um RPG lançado no final de 1999 pela editora e produtora Squaresoft (actual Square Enix) para a consola PlayStation e posteriormente convertido para PC, em 2010 foi disponibilizado para a PlayStation 3 e PlayStation Portable através da PlayStation Network.

A história desenrola-se em redor de Squall Leonhart, um jovem mercenário SeeD pouco sociável conhecido como "Lobo Solitário", que se envolve num conflito a nível global contra uma feiticeira que manipula guerras e pessoas para controlar o Mundo.


Final Fantasy VIII foi dos primeiros jogos da série a usar personagens com proporções realistas, um sistema de combate que não envolve o tradicional MP (Mana Points), grupos de personagens que nos seguem para onde quer que vamos e um sistema de armamento muito mais simplificado e realista e acompanhado com as melhores Cutscenes da época para a consola.

À semelhança dos seus antecessores, em Final Fantasy VIII toma-se o controlo de um grupo de um personagem, o qual se poderá deslocar livremente pelos cenários, como cidades e o próprio mundo. Em determinadas áreas, o jogador deparar-se-á aleatoriamente com uma situação de batalha, onde terá de defrontar um ou mais inimigos.

À semelhança do capítulo anterior, Final Fantasy VII, os cenários são pré-renderizados, implicando que o cenário apresenta um motor gráfico diferente do original processado pela máquina (e usado para modelar os personagens e objectos com que se interage). A principal diferença neste sector reside no facto de, pela primeira vez na série, estarem visíveis todos os membros da equipa, ao invés apenas do personagem principal (ou o primeiro membro). Recorrendo somente às teclas direccionais ou ao Analógico Esquerdo, é possível andar e correr livremente pelos cenários. Ao contrário dos RPG tradicionais, apenas era possível obter dinheiro enquanto os personagens se deslocavam, pelo que após um determinado intervalo de tempo, este recebia um salário que variava em função de um factor: o nível SeeD.

Os personagens de Final Fantasy VIII utilizam ataques especiais chamados de "Limit Breaks", como em Final Fantasy VII. Embora o Limit Breaks no Final Fantasy VII são desencadeados após o jogador ter recebido danos suficiente, em Final Fantasy VIII, a disponibilidade de Limit Breaks depende se o estágio atual de saúde do personagem estiver em risco, sendo possível utilizar a opção Limit Break. A magia "spell Aura" aumenta a probabilidade dos Limit Breaks seja exibido independentemente de um personagem estiver a utilizar hits de pontos restante, enquanto vários estados podem prevenir enfermidades no Limit Breaks. Eles são semelhantes ao "Desperation Attacks" de Final Fantasy VI, em que são aleatoriamente desencadeado quando um personagem esta a beira da morte.

Final Fantasy VIII também introduziu elementos interativos para complementar os Limit Break com animações. Estas seqüências interativas, que variam entre personagem, arma, e a gama de Limit Break são selecionados aleatoriamente com magias e feitiços de precisão cronometrada pelos botões do controle. Concluir com sucesso uma seqüência interativa aumenta o resultado de ataque com grande potência.


Gunblade é uma arma da série de videogames Final Fantasy que é o resultado da junção de um Revolver com uma espada. A empunhadura das armas é no mesmo local, e o cano da arma fica na lâmina da espada, entre a lâmina e a empunhadura fica o gatilho. Squall e Seifer são especialistas em manipular esse tipo de arma.


Junction Não existem armaduras ou escudos, ou uma infinidade de armas, apesar de haver a possibilidade de se trocar de armas em menores quantidades. Invés de armaduras, são usadas junções (Junctions) entre GFs (Guardian Forces) e magias (magics). Para que se possa invocar os GFs, deve-se criar a junção do personagem com a desejada Guardian Force; por outro lado as magias são usadas como junção para aumentar atributos (Health Points, Strength, Evade, Status & Elemental Defense, etc).

Algumas magias como Ultima e Apocalypse ganham grande destaque pelo grande impulso que dão aos atributos.

Diferentemente de todos os jogos da série até então, as magias e invocações não se baseiam em MP (Magic Points). No caso das magias há três maneiras de aquisição: o comando Draw usado em batalhas, Draw Points ou refinaria, elas são armazenadas e cada personagem pode armazenar até 100 de cada tipo diferente de magia. No caso dos GFs, há várias maneiras de conseguí-los mas em geral são encontrados durante certos tipos de inimigos.


Guardian Forces ou GF's são espíritos ou divindades com poderes que podem ser atribuídos a elementos da natureza ou a magias do próprio jogo,que são controladas por personagens durante a saga de Final Fantasy VIII. No português seriam "Forças Guardiãs".

As Guardian Forces são usadas apenas em batalhas, tendo pouca participação direta no enredo de Final Fantasy VIII. Salvo o caso de Odin, Guardian Force que no final do 3 °Cd do jogo, ataca Seifer, inimigo de Squall(personagem principal), e acaba sendo destruído. Mas após a destruição de Odin, surge Gilgamesh, que havia aparecido como um dos principais inimigos em Final Fantasy V. Mas, ao contrário do que se pensa, Gilgamesh não é outra forma de Odin.

Os elementos devem ser levados em conta durante uma batalha envolvendo GF's, Algumas delas como: Shiva, Ifrit e Quezacotl são ligadas respectivamente à: Gelo, Fogo e Trovão. Ainda existem outras GF's elementais como Pandemona (Ar) e Brothers (Terra); e outras vinculadas a magias como Diablo (Demi), Siren (Silence) e Alexander (Holy).

Algumas GF's podem aprender a habilidade Boost, onde o jogador deve segurar o botão select do controle e apertar diversas vezes o botão " quadrado", elevando assim o poder do golpe desferido pela GF.

Existem cartas das GF's, que são muito raras e poderosas, sendo conseguidas ou por trocas em eventos paralelos à trama principal ou derrotando a própria GF, ganhando ao final da batalha a GF e sua carta.

As GF's ainda são presentes em outros jogos da série como em Final Fantasy X.

Não são necessários pontos ou energia para invocá-los, basta equipá-los: Quando se seleciona o comando GF, deve-se esperar a barra de invocação esvaziar-se. Quanto maior a compatibilidade com o Guardian Force, menor o tempo de espera para que a invocação seja efetuada por completo; para adquirir compatibilidade deve-se equipá-los e usá-los por determinado tempo: mais uso, maior compatibilidade. Os GFs também contam com seus próprios pontos de vida (HP), e toda vez que atingido durante a invocação, o GF perde Health Points.

Na historia Great Hyne é Criadora da humanidade e acredita-se ser a primeira feiticeira. Chamar uma feiticeira de Descendente de Hyne demonstra grande respeito.

A lenda conta que Great Hyne criou as pessoas. Foram dados as feiticeiras um fragmento do próprio poder de Hyne. É difícil determinar quantas feiticeiras existem hoje, pois muitas mantêm seus poderes escondidos. Entretanto, acredita-se que elas evitam desperdiçar seus poderes.

Os poderes das feiticeiras são passados através da história pelo processo da incorporação. Qualquer pessoa que tem a capacidade de incorporar o poder da grande feiticeira é uma candidata.

A introdução ao jogo em si é dada a partir de uma animação em CG, com elementos de um teaser. Esta animação atua (apesar de não estar completamente explícito) como uma sinopse do enredo. Também é feita a apresentação crua à história que se dá início logo após a animação, que mostra uma batalha entre o protagonista Squall Leonhart e Seifer Almasy. Posteriormente é revelado que a batalha travada entre os dois fazia parte de um treinamento para o teste SeeD.

O jogo se passa num cenário futurístico, com pequenos traços medievais. As Eras são dividas de acordo com a feiticeira de cada época. Narra-se a passagem dos poderes da feiticeira Edea para Rinoa Heartilly, e as tentativas de feiticeira Ultimecia, do futuro, de comprimir o tempo e dominar o presente, utilizando os poderes da feiticeira Adel, que permanecia congelada e aprisionada numa base espacial. A história se inicia com a sucessão da batalha entre os estudantes do Balamb Garden, Seifer e Squall. Squall é um rapaz de passado misterioso, e cuja sua relação com a instrutora Quistis e Seifer é inicialmente desconhecida. Ele é aspirante a SeeD, e durante suas missões adquire experiência e conhece a maioria de seus companheiros.

Freqüentemente os personagens sonham com um acontecimento passado, que futuramente vem ao seu conhecimento, são conexões causadas por uma garota chamada Ellone. A trama se desenvolve em torno de armações políticas e magia, mesclada com a personalidade e passado dos personagens, que vão sendo revelados durante o jogo.


Enviado Por Raphel, caso tenham mais detalhes da fonte do arquivo, porfavor avise-me para que possa colocar, desde já obrigada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hi guys!!!!
Hey aqui é Wendy, blogueira desde 2010! Viciada em animes, amante de livros e adora ver séries! Criei esse cantinho na intenção de ajudar na criação e personalização de blogs e sites.
Wattpad Facebook Tumblr Instagram