27/03/2012

A Princesa e o Cavaleiro

||
A princesa e o cavaleiro (リボンの騎士 Ribon no Kishi?) é um mangá e anime de Osamu Tezuka que narra as desventuras da princesa Safiri do Reino da Terra de Prata.

O mangá foi publicado em três versões de 1954 a 1966 e o anime exibido em 1967 no Japão. O mangá tem forte inspiração nos temas e estilos dos musicais do Teatro de Takarazuka a que Tezuka assistia em sua infância. O próprio Ribbon no Kichi criou um gênero inédito no mundo, o de quadrinhos que tem como público alvo as meninas (chamado shoujo) e estabeleceram muitos dos temas dos shoujos posteriores. O sucesso foi tanto que houve até uma radionovela produzida na época. A série também foi um dos primeiros animes coloridos produzidos.


História


No Céu, antes de descerem para a Terra as crianças recebem um coração. Para os meninos, azul. Para as meninas, rosa. Certa vez o anjinho Ching, em mais uma de suas travessuras, faz uma menina engolir o coração azul e graças a isso ela fica com dois corações. Deus manda o anjo descer a Terra para pegar de volta o coração de menino e não permite que ele volte ao céu até que dê um fim à confusão que começou.

No Reino da Terra de Prata, as leis determinam que os governantes sejam homens. Por isso, quando nasce a princesa Safiri, ela é anunciada por engano como um menino ao invés de uma menina e seus pais são obrigados a manter a farsa, já que na linha de sucessão existem o malvado Duque Duralumínio e seu filho, o príncipe Plástico. Com a ajuda de Nylon, o duque tenta descobrir a verdade sobre Safiri desde o nascimento dela para poder retirá-la do trono e colocar o seu próprio filho nele.

Quando completa quinze anos, em um baile de carnaval, Safiri conhece o príncipe Franz e se apaixona por ele. Daí em diante, muitos obstáculos surgem entre os dois como Satã, Madame Inferno, uma bruxa que deseja o coração de menina para sua filha, a bruxinha Heckett, além de problemas no reino e das tentativas do Duque Duralumínio de provar que Safiri é de fato uma garota.


Personagens

  • Safiri: é a corajosa e bela princesa da Terra de Prata. Ela é bondosa, tem um forte senso de justiça e é boa com a espada. Precisa fingir ser um homem por que o trono da Terra de Prata só pode ser ocupado por homens. Conquistou o coração do príncipe Franz e ele o dela.
  • Ching (Tinku, no original): ele é o anjinho travesso que fez Safiri receber o coração errado quando estava no céu e por isso veio a Terra desfazer o ocorrido. Apesar da resistência inicial dela, eles acabam se tornando bons amigos e ele a ajuda diversas vezes. Muitas vezes é corajoso ao ponto de arriscar a si mesmo. Ching está preso em um corpo mortal e não tem realmente poderes divinos.
  • Franz Charming: O príncipe da Terra de Ouro, reino vizinho a Terra de Prata. Conhece Rosa, a "garota de cabelos dourados", em um baile de Carnaval e apaixona-se por ela sem saber que é Safiri. Por causa das origens similares, Franz tem habilidades semelhantes às de Safiri (como na esgrima), ainda que ela seja um pouco melhor que ele em algumas delas.
  • Duque Duralumínio: ele é baixo, gordo e careca e é mais o tipo de vilão engraçado do que o tipo sinistro. O filho do duque é o próximo da lista na sucessão ao trono e por isso, Duralumínio está sempre tentando expor o segredo de Safiri.
  • Nylon: Alto, magro e com um enorme nariz, Nylon é o braço direito do duque Duralumínio. Ele é o responsável por fazer o trabalho sujo e bolar os planos malévolos, mas devido a sua incompetência, acaba estragando as coisas. É esperto e ágil com a espada.
  • Plástico: O filho do Duque Duralumínio é um tolo que se preocupa apenas em comer doces.
  • Rainha: a mãe de Safiri sofre muito por causa da situação da filha e é acusada de mentir para o reino e feita prisioneira, no final acaba junto a Safiri.
  • Ama: é uma das poucas pessoas que sabe o segredo de Safiri. Ela é responsável por ensiná-la habilidades femininas como costurar e cozinhar.
  • Professor Uranari: é mais uma das poucas pessoas que sabem o segredo sobre Safiri e está encarregado de ensiná-la habilidades masculinas como esgrima. No mangá é o responsável pelo engano que levou todos no reino a acreditarem que um menino havia nascido.
  • Madame Inferno: vilã surgida na terceira versão do mangá substituindo Satã. É uma bruxa que deseja casar sua filha rebelde com algum príncipe rico e não vai medir esforços para ver seu desejo realizado. Deseja o coração, a voz e a beleza de Safiri para que sua filha torne-se mais feminina e possa casar-se.
  • Heckett: a filha rebelde de Madame Inferno. Não quer de maneira nenhuma casar-se, ainda mais sendo um casamento arranjado. Quer simplesmente aproveitar a vida de bruxa.
  • Capitão Blood: Heirich, verdadeiro nome de Blood, é adotado por fidalgos italianos, mas foge em busca de sua terra natal e torna-se um pirata. Acabou conhecendo Safiri e apaixonado por ela, ajuda-a e luta por ela com o príncipe Franz.
  • Duque Channel: tio de Franz e regente da Terra de Ouro. Adotou Franz quando sua mãe morreu.
  • Opal: é o cavalo de Safiri. Ele também a ajuda diversas vezes.
  • Garigore/Vespertino: é o mordomo anão de Safiri.


Houve três séries de Ribbon no Kishi publicadas no Japão. O mangá foi o primeiro shoujo de sucesso.

Primeira série (versão da Shoujo Club)

A primeira série foi publicada de janeiro de 1953 a janeiro de 1956 na Shoujo Club (Kodansha) que não existe mais. Este trabalho teve grande influência nos mangás para meninas que apareceram subseqüentemente. Uma menção merece ser feita para a técnica que Osamu Tezuka utilizou para desenhar os olhos: ele desenhava um brilho em cada pupila.
As características de cor e disposição das páginas foram muito influenciadas por um filme chamado Os contos de Hoffmann, lançado no Japão em 1952.

Segunda série (Futago no Kishi)

A segunda série é uma continuação da versão da Shoujo Club, publicada na revista Nakayoshi, que ainda existe, começando em janeiro de 1958 e terminando em junho de 1959.
Após o casamento de Safiri com Franz, ela dá a luz aos gêmeos: príncipe Daisy e princesa Violetta. Eles são os personagens principais nessa versão. Por causa dos desígnios malvados da duquesa Daria, o príncipe é abandonado na floresta. No castelo, a princesa Violetta decide se passar pelo príncipe para manter o segredo do desaparecimento dele.
O duque Daria descobre isso, o que leva ao rei, a rainha Safiri e a princesa Violetta são confinadas na torre norte. A princesa escapa com a ajuda de um cisne e disfarçando-se de menino vai em busca de seu irmão.

Terceira série (versão da Nakayoshi)

A terceira série é a recontagem da primeira versão e foi publicada por um período de tempo maior do que a original, de janeiro de 1963 a outubro de 1966. É a mais próxima da versão animada. Nessa versão, Madame Inferno toma o lugar de Satã e a história tem um curso diferente ao final. Surge também o pirata chamado Blood.
Nessa versão, o Duque Duralumínio e Nylon tentam descobrir a verdade sobre Safiri que é revelada no dia da coroação, quando a rainha conta o segredo sob o efeito de um "soro da verdade".

O anime

A série animada foi exibida na Fuji TV de abril de 1967 a abril de 1968 com um total de cinqüenta e dois episódios. Foi um dos primeiros animes shoujo. Exibido no Brasil a partir do início da década de 1970 na Rede Record de São Paulo, e posteriormente na TVS do Rio de Janeiro até os anos 80 com enorme sucesso. Marcou toda uma geração e tornou-se símbolo da animação japonesa para alguns.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hi guys!!!!
Hey aqui é Wendy, blogueira desde 2010! Viciada em animes, amante de livros e adora ver séries! Criei esse cantinho na intenção de ajudar na criação e personalização de blogs e sites.
Wattpad Facebook Tumblr Instagram