30/06/2011

Fatos sobre o Dragãos Parte II

||
Regiões e suas Historias


Dragões Europeus: Os dragões da Europa eram mais vistos como criaturas malignas. Diversas histórias e lendas sobre as grandes criaturas que devastavam cidades e castelos, faziam vítimas humanas, cobiçavam as nobres donzelas e possuíam ricos e secretos tesouros. E no final, eram aniquilados por corajosos e heróicos cavaleiros. Mas sempre houveram exceções, como os sábios dragões que eram respeitados e temidos, que eram procurados por aqueles em busca de respostas e ajuda. Como répteis por natureza, os dragões achavam conforo em lugares frios, escuros e úmidos. Gostavam de cavernas, já que cavernas eram facilmente defendidas e um bom lugar para manter tesouros e reservas. Montanhas íngremes eram populares entre os gigantes répteis. Destas áreas eles podiam descer como aves de rapina, depois retornar para suas tocas e se alimentarem sem serem molestados. Se tal lugar pudesse ser achado junto à cidades, eles eram particularmente desejáveis desde que eram convenientes para comida.

Dragões também eram conhecidos por gostarem de lares d'água. Acreditava-se que mares, lagos e rios eram moradas destas criaturas. Os dragões que moravam em tais lugares, se alimentavam de peixes e de suprimentos do tráfego marinho. Também utilizavam a água para se aproximarem, despercebidos, de cidades costeiras a fim de caçar os residentes.

De todas as moradas aquáticas, entretanto, os pântanos eram os favoritos. Pântanos em forma de cavernas davam boas tocas. Na Inglaterra, estes habitantes de pântano eram chamados de "knuckers", e as piscinas praticamente sem fundo eram frias no verão e não congelavam no inverno.



Dragões Orientais: O dragão Asiático, ao contrário da sua contraparte européia, não era geralmente uma criatura perversa. Dragões orientais na maior parte viviam pacificamente com mortais. Junto com o Unicórnio, a Fênix e a Tartaruga, era considerado um dos quatro primeiros animais que ajudaram na criação do mundo. O dragão não tinha rivais em sabedoria e em poder para conceder bênção. O imperador da China era suposto ser descendente de um dragão e ter dragões à seu serviço. Dragões chineses podiam tomar a forma humana ou de uma fera se desejassem e tinham uma bizarra coleção de fobias. Temiam o ferro, mas para criaturas que eram vistas como mestres de tais elementos e quase divinos, também temiam outras estranhas coisas como centopéias ou fios de seda tingidos em cinco cores.

O Japão também tinha seus dragões. Chamados de Tatsu, eles eram bastante relacionados com os Dragões Chineses. Assim como eles, também tinham diferentes sub-tipos, entretanto geralmente tinham somente três garras e eram mais parecidos com cobras.

Tradicionalmente uma fêmea dá a luz à nove filhotes. Cada qual possui um atributo diferente e itens relacionados à cada um desses atributos são decorados com os motivos do dragão. Por exemplo, sinos têm o formato de dragão pois o primeiro gosta de cantar, enquanto espadas têm a decoração de dragão pois o quarto gosta de matança e derramamento de sangue.


Tipos de Dragões


Dragões Vermelhos: São os mais gananciosos de todos os dragões, sempre procurando por novos tesouros para aumentar sua coleção. Estão sempre obcecados com riqueza e memorizam seu tesouro até a última moeda. São extremamente vaidosos e se acham acima de todas as outras criaturas.
Dragões vermelhos são os mais selvagens dos dragões, são conhecido por muitas lendas sobre sua incrível rajada de fogo. Sua grande fraqueza é ser muito confiante de si mesmo, sempre menosprezando qualquer adversário, ou considerar um plano perfeito. Mais do que um dragão vermelho já foi morto por culpa de seu ego.


Dragões Azuis: São extremamente territoriais e vorazes, adoram passar horas preparando emboscadas para animais e viajantes (os dois com finalidade de comida). Como são muito territoriais não aceitam invasões, e alguns não descansarão até os intrusos virarem esqueletos apodrecidos ao sol ou seu jantar. Ao contrário de muitos outros dragões, os azuis não crescem com o passar do tempo, mas tornam-se mais inteligentes e fortes. Sua cor pode variar de um tom muito claro até azuis quase negros. Dragões azuis podem ser achados geralmente em desertos aridos, onde suas escamas se confundem facilmente com o céu azul. Sua comida preferida é de longos rebanhos de animais como camelos, os quais ele assa com seu hálito brilhante.


Dragões Negros: São os mais perversos de sua família e muito rápidos em seus ataques, normalmente a vítima nem sabe o que lhe atingiu. Eles gostam de escuridão total e vegetação densa portanto, na maioria das vezes, vivem em florestas escuras ou pântanos. Eles preferem muito mais o negro do que a luz por isso muitas vezes podem ser achados nas profundezas da terra. Os dragões negros são extremamente astutos e malévolos mas não são muito inteligentes comparados com os outros dragões, sendo então menosprezados por eles. Mas não se engane, um dragão negro não é um adversário fácil. Sua rajada é de ácido, o que o faz hesitar em usá-la contra presas fáceis pois não é de seu agrado estragar tesouros ou arruinar uma boa refeição.


Dragões Brancos: Este dragão é o menor dos dragões coloridos, são de cor da neve, lentos mas magníficos caçadores. São impulsivos e algumas vezes atacam como animais, dando-lhes o puro instinto caçador. Vivem em áreas congeladas onde a temperatura não sobe mais do que 0 graus. Dragões brancos tem hábitos alimentares muito bizarros, comem apenas os animais mortos pela sua rajada de gelo. E quaisquer animal morto pelo dragão e que não será comido no momento é deixado congelado para ser comido mais tarde.


Dragões Dourados: São geralmente encontrados na forma de humanos ou de animais pequenos, usualmente em uma de suas buscas por ouro no mundo. Dragões dourados são justos, sábios e benevolentes mais do que qualquer outro dragão e odeiam injustiças ou piadas de mal gosto. Uma boa tática para quando alguém encontra um desses dragões é oferecer uma refeição de pérolas ou gemas preciosas, mas cuidado para que ele não perceba que você quer enganá-lo. Em combates esses dragões são ferozes criaturas, usando mão de feitiços, rajadas de fogo e gás venenoso. Entretanto esse dragão não gosta de entrar em batalhas e prefere discutir o assunto pacificamente antes de entrar em combate.



Dragões Verdes: São mal humorados, cruéis, perversos e rudes. Odeiam criaturas boas e puras e procuram matá-las por serem tão inoportunas. Entrarão em combates apenas para se vangloriar ou para proteger a floresta em que vive, que é considerado seu território. Passam o tempo dominando escravos e matam todos os que não podem ser controlados ou dominados. Ainda que os dragões verdes sejam tão agressivos não significa que ele não seja protetor, a coisa mais estúpida que um herói pode fazer é ficar entre ele e sua cria, o dragão lutará até a morte e usará sua rajada de cloro tóxico para reaver o filhote.


Dragões Dracolich: Um Dracolich é um dragão morto-vivo criado por um grupo conhecido como o culto do dragão. Um Dracolich só pode ser criado de um dragão que foi mau durante sua viva, normalmente qualquer dragão cromático o fez. Quase todos os dracolich irão parecer como foram em vida, fora seus olhos que serão pequenos pontos de luz dentro da cavidade dos olhos. Dracolich em forma de esqueleto já foram vistos apesar de serem muito raros, isso indica que o dragão é tão velho que magias de preservação não seguram mais a carne em seus ossos. Um aviso para todos os aventureiros que desejem enfrentar uma dessas criaturas: os dracolich retêm todas as suas habilidades de dragão vivo com alguns complementos. Um deles é que um dracolich pode congelar um homem em seu caminho com apenas um olhar e outra habilidade é que ele inspira grande medo em seres vivos, mais do que eles faziam quando vivos. Você pode ver então que enfrentar um dessas criaturas é loucura, quase suicídio..


Dragões fada: são pequenos dragões, que parecem um estranho pseudo-dragão. Vivem em florestas densas onde brincam despreocupados e pregam peças nos humanos. São alegres e suas brincadeiras nunca têm a intensão de machucar ninguém, mas uma vítima de suas brincadeiras podem se sentir humilhados como nunca se sentiram na vida. Fadas e duendes são quase sempre achados na companhia de um desses dragões pois possuem várias coisas em comum, como as piadas que praticam. Tudo em um dragão fada vem cercado de alegria até mesmo sua rajada faz com que qualquer criatura queira distribuir alegria para todos os que estão em volta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hi guys!!!!
Hey aqui é Wendy, blogueira desde 2010! Viciada em animes, amante de livros e adora ver séries! Criei esse cantinho na intenção de ajudar na criação e personalização de blogs e sites.
Wattpad Facebook Tumblr Instagram