12/05/2012

Pérola Negra (Piratas do Caribe)

||

Pirates of the Caribbean: The Curse of the Black Pearl (no Brasil, Piratas do Caribe: A Maldição do Pérola Negra e em Portugal, Piratas das Caraíbas: A Maldição do Pérola Negra) é um filme de 2003 baseado no brinquedo Pirates of the Caribbean dos parques temáticos da Walt Disney Parks and Resorts. É dirigido por Gore Verbinski e produzido por Jerry Bruckheimer. A história segue o Capitão pirata Jack Sparrow e o ferreiro Will Turner enquanto eles tentam resgatar a raptada Elizabeth Swann da tripulação amaldiçoada do Pérola Negra, comandada pelo Capitão Hector Barbossa.

Jay Wolpert desenvolveu um roteiro baseado no brinquedo em 2001 e Stuart Beattie o reescreveu no início de 2002. Nessa época, o produtor Jerry Bruckheimer se envolveu no projeto; ele fez Ted Elliott e Terry Rossio trabalharem no roteiro, adicionando uma maldição sobrenatural ao enredo. As filmagens ocorreram de outubro de 2002 até março de 2003 em São Vicente e Granadinas e em cenários de estúdio construídos em Los Angeles, Califórnia.

A estréia mundial do filme ocorreu na Disneyland Resort, em Anaheim, no dia 28 de junho de 2003. The Curse of the Black Pearl foi um sucesso inesperado, com críticas positivas e arrecadando mais de US$ 654 milhões mundialmente.[1] O filme se tornou o primeiro da série, seguido por Dead Man's Chest (2006), At World's End (2007) e On Stranger Tides (2011). O filme foi indicado a cinco Oscars, incluindo Melhor Ator para Johnny Depp.

Na historia o Governador Weatherby Swann e sua filha de 12 anos, Elizabeth Swann, estão velejando para Port Royal, Jamaica, o navio deles encontra um naufrágio com um único sobrevivente, um jovem chamado Will Turner. Elizabeth esconde um medalhão de ouro que o inconsciente Will estava usando, com medo de que isso o identificasse como um pirata. Ela tem um vislumbre de um navio pirata misterioso, o Pérola Negra.

Oito anos depois, James Norrington da Marinha Real Britânica é promovido a Comodoro. Ele pede a mão de Elizabeth em casamento. Antes dela responder, seu espartilho super apertado a faz desmaiar e cair na baía, onde ela afunda. Quando o medalhão que ele está usando chega ao fundo, ele emite um pulso.

O pirata, Capitão Jack Sparrow, chega a Port Royal para comandar um navio. Ele resgata Elizabeth, porém Norrington reconhece Jack como um pirata e o prende. Jack, por um breve período, toma Elizabeth como refém para poder escapar, se escondendo em uma oficina de ferreiro, encontrando Will, agora um aprendiz de ferreiro. Jack fica inconsciente após uma luta e é preso, sentenciado a forca no dia seguinte. Naquela noite, Port Royal é sitiada pelo Pérola Negra, respondendo ao pulso do medalhão. Elizabeth é capturada e invoca seu direito de falar com o capitão. Ela mente para o Capitão Hector Barbossa, dizendo que seu sobrenome era Turner. Ela negocia o cessar fogo a Port Royal em troca do medalhão. Barbossa concorda, porém mantém Elizabeth como prisioneira, acreditando que ela é a chave para quebrar a maldição que recai sobre ele e sua tripulação.

Will, que ama Elizabeth, sugere que eles façam um acordo com Jack para levá-los ao Pérola Negra, porém Norrington recusa, dizendo que "os piratas que invadiram este forte deixaram Sparrow preso em sua cela, logo eles não são seus aliados". Norrington diz que eles iriam estabelecer o curso mais provável dos piratas, porém Will não se contenta. Ele convence Jack a ajudá-lo, libertando-o em troca. Jack concorda após descobrir que o sobrenome de Will era Turner, acreditando que ele possa usá-lo para reconquistar o Pérola Negra. Jack e Will roubam o Interceptor, navio da Marinha Real Britânica para recrutar uma tripulação em Tortuga, com a ajuda do amigo de Jack, Joshamee Gibbs. Eles partem para Isla de Muerta, lugar para onde o Pérola Negra está indo.

Will descobre que Jack foi uma vez o capitão do Pérola Negra, porém quando eles compartilharam o espólio do Ouro Asteca, o primeiro-oficial Barbossa se amotinou e deixou Jack em uma ilha deserta. Jack escapou três dias depois. Os piratas gastaram o tesouro e foram almadiçoados, transformando-os em seres esqueléticos que são revelados a luz da Lua. A maldição pode ser quebrada se o sangue de cada pirata for devolvido ao baú do tesouro. William "Bootstrap Bill" Turner, o único apoiador de Jack e um do tripulantes do Pérola Negra, mandou uma moeda a seu filho, Will, acreditando que a tripulação deveria permanecer amaldiçoada. Barbossa o amarrou a uma bola de canhão e o atirou ao mar.

Em Isla de Muerta, Barbossa, acreditando que Elizabeth é filha de Bootstrap, retorna a última moeda ao baú com o sangue dela, mas a maldição permanece. Depois de chegar à Isla de Muerta, Will começa a suspeitar que Jack possa estar traindo ele, e o ataca. Will resgata Elizabeth e escapam no Interceptor, deixando Jack para trás. Jack barganha com Barbossa — ele revelará o filho de Bootstrap em troca do Pérola Negra. A negociação emperra quando Barbossa lembra que sua atitude indolente o fez perder o Pérola Negra. Barbossa persegue o Interceptor, uma batalha começa, e a tripulação do Pérola Negra emerge vitoriosa, afundando o Interceptor e aprisionando sua tripulação. Will se revela como filho de Bootstrap e exige que Elizabeth seja libertada, ou ele irá se matar. Barbossa concorda, porém usa um ardil, deixando Elizabeth e Jack em uma ilha deserta, a mesma que Jack havia ficado dez anos antes. Will é levado a Isla de Muerta, onde Barbossa planeja matá-lo para quebrar a maldição. Na ilha remota Elizabeth descobre como Jack realmente escapou: a ilha era usada como um esconderijo de mercadores de rum.

Elizabeth queima todo o rum restante para criar um sinal de fumaça que o navio de Norrington avista. Ela convence ele a ir salvar Will, aceitando sua proposta de casamento. Retornando a Isla de Muerta, Norrington prepara uma emboscada enquanto Jack tenta convencer Barbossa a formar uma aliança. Jack o convence a adiar o fim da maldição até eles terem conseguido o Dauntless, navio da Marinha Real Britânica. O plano de Jack dá errado quando Barbossa ordena que sua tripulação tome o Dauntless vindos de debaixo d'água. Elizabeth se infiltra no Pérola Negra e liberta a tripulação de Jack. Ela tenta convencer a tripulação a ajudá-la, porém eles vão embora com o Pérola Negra enquanto ela volta à ilha para ajudar Will. Ela o salva enquanto Jack luta com Barbossa.

Norrington vê seu navio sob ataque e ordena que seus homens retornem, a tempo de salvar o Dauntless. Jack dá os últimos medalhões a Will, ele corta sua mão e devolve os medalhões ao Baú, o que quebra a maldição. Jack então atira em Barbossa, que, agora mortal, é ferido e morre. Os demais piratas, agora mortais, se rendem.

Em Port Royal Jack é novamente sentenciado a forca. Acreditando que ele merece viver, e após ver o papagaio de Cotton, Will tenta resgatá-lo. Ambos são capturados, Jack cai na baía e nada até o consertado Pérola Negra, onde é resgatado por sua tripulação, voltando a ser o capitão do navio. Will é perdoado e é lhe concedida a permissão para se casar com Elizabeth.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hi guys!!!!
Hey aqui é Wendy, blogueira desde 2010! Viciada em animes, amante de livros e adora ver séries! Criei esse cantinho na intenção de ajudar na criação e personalização de blogs e sites.
Wattpad Facebook Tumblr Instagram